loading

Prefeitura e Ciesp SBC promovem encontro entre empresários de TI e instituições de ensino

[nggallery id=3]

Na segunda-feira, dia 8 de junho, a Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo, em uma iniciativa da Secretaria do Desenvolvimento Econômico tendo a frente o Secretário Jefferson José da Conceição, promoveu o encontro entre o Poder Público, empresários da área de Tecnologia da Informação (TI) e Instituições de Ensino Superior e Pesquisas.

O encontro promoveu um debate entre os profissionais de TI e a academia com o objetivo de fomentar o setor que tanto vem crescendo na cidade de São Bernardo do Campo. Para este primeiro encontro a Prefeitura convidou o diretor de TI do CIESP de São Bernardo do Campo, Emerson José Beneton, que apresentou alguns dados sobre o setor: “O grupo de Tecnologia da Informação do CIESP quer organizar parcerias entre Universidades e empresas; organizar eventos de TI na região e formar um centro de pesquisas do setor. Nosso grande objetivo é que o ABC seja referência nacional em Tecnologia da Informação.”, explicou.

Emerson Beneton falou também sobre a tendência de terceirização do setor e apresentou o resultado de algumas pesquisas que revelam:  grande parte dos recrutadores de profissionais de TI reclamam da falta de qualificação específica por parte dos candidatos, além da falta de experiência profissional. Nesse sentido o diretor do grupo de TI do CIESP sugeriu uma parceira entre a academia e a iniciativa privada para garantir uma melhor preparação dos profissionais do mercado.

Antes de abrir o evento para as considerações dos convidados, o Secretário Jefferson José da Conceição afirmou que o objetivo da reunião era promover o diálogo entre a “demanda e a oferta”, tendo a Prefeitura fazendo o papel de articuladora, promotora e incentivadora.

Alguns representantes do meio acadêmico que compareceram ao encontro também deram as suas contribuições. A Coordenadora do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Tecnologia da Termomecânica, Prof. Dra. Elisamara de Oliveira, afirmou que a faculdade tem intenção e recursos para trabalhar com pesquisas, mas a dificuldade é contar com a participação dos alunos que são rapidamente absorvidos pelo mercado de trabalho, ficando sem tempo para se dedicar às pesquisas. Para ela um passo importante seria as empresas mudarem a mentalidade de contratação, não vendo o estudante apenas como uma mão-de-obra barata.

O Prof. Dr. Flávio Tonidantel, chefe de departamento de Ciência da Computação e coordenador de cursos da FEI falou sobre a sua percepção quanto a distância do meio empresarial com a academia. “Temos interesse em trabalhar em conjunto. Falta a indústria chegar e falar que quer pesquisas em determinadas áreas… A Universidade está aberta a empresas que queiram ensinar cursos extra-curriculares. Essa aproximação é importante, desde que respeitando as diversidades dos lados.”

Outro que falou sobre o respeito  aos limites de cada um dos lados foi o professor Carlos Eduardo Santi, Coordenador do curso de Engenharia da Computação da Metodista. O Professor explicou que, desde 2006 , a Universidade desenvolve um trabalho em que os alunos trazem as demandas das empresas onde trabalham relacionadas ao momento do curso. Em conjunto são propostas soluções. Segundo ele a Metodista também está aberta a parcerias com as empresas: “O curso de automação industrial surgiu de uma parceria com a FESTO. Parte do currículo foi desenvolvido por ela. “

Outro representante das instituições de ensino presente foi o Prof. Milton Aidar Martinez, Coordenador do Curso de TI da Faculdade Anchieta que falou sobre o programa de Formação de Talentos criado à partir da aproximação da Faculdade com o mercado de trabalho. Nessa aproximação as empresas entram com o Know-how e permitem que o aluno vivencie o ambiente profissional e cresça profissionalmente. “Essa experiência resultou em uma alteração na grade curricular, que te dado bons resultados. Ainda sentimos dificuldades em nos aproximarmos das empresas de São Bernardo. Atualmente fazem parte do nosso programa empresas da cidade de São Paulo.”

No final do evento o Secretário do Desenvolvimento anunciou a continuidade do encontro com o objetivo de aprofundar nos debates e transformar em ações concretas.

Ele sugeriu a constituição de um grupo de trabalho de TI do qual farão parte Prefeitura, empresas por meio do CIESP de São Bernardo e Universidades. Ele propôs que os encontros sejam realizados sempre na 2ª segunda-feira de cada mês. O próximo encontro será no dia 13 de julho, às 16hs. Jefferson José da Conceição anunciou que o assessor da secretaria e 1º Vice-Diretor do CIESP de São Bernardo, Hitoshi Hyodo, será o secretário-executivo do grupo de trabalho, com a aprovação de todos os presentes.

Hitoshi Hyodo, que também participou do encontro, destacou a importância dessa iniciativa da prefeitura da cidade, que conta com o apoio do CIESP SBC: “A partir desses encontros um dos nossos objetivos é criar seminários de TI que a Prefeitura pode apoiar e fomentar além de ser uma oportunidade para colaborar em definições de políticas de desenvolvimento do setor. Vamos montar uma agenda de trabalho para debater os principais pontos de maneira que todos saiam ganhando: Poder Público, empresários, academia e os alunos.”, finalizou.


Deixe um comentário

Wp Plugin by capn3m0